Você esta aqui: HOME COMPETÊNCIAS AQUAVIÁRIO

Aquaviário

 

HIDROVIÁRIO

Portos

Quatro portos estrategicamente distribuídos pelos 500 km da costa catarinense fazem de nosso Estado uma grande promessa logística no País. Cada um com características físicas e geográficas exclusivas, assim como concessões diferenciadas.

Porto de São Francisco do Sul

O Porto de São Francisco do Sul, localizado na Baía da Babitonga, litoral norte, distante 190 km de Florianópolis, é de águas profundas e bem abrigado. As profundidades variam de 8 a 11 metros nos seus quatro berços e 11 metros no canal de navegação, que tem 9,3 km de extensão. O porto é atendido pela ferrovia ALL – América Latina Logística, pela BR-280 e fica cerca de 40 km da BR 101. O terminal tem como concessionária a APSFS – Administração do Porto de São Francisco do Sul, vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Regional de Joinville. As principais cargas movimentadas são:

  • Soja, farelo de soja e óleo de soja (armazenados nas instalações em granéis sólidos);
  • Carga geral em contêineres.

O Porto de São Francisco do Sul é o 4º porto brasileiro no complexo de soja e o 5º porto do Brasil em movimentação de contêineres.

Porto de Itajaí

O Porto de Itajaí fica no litoral centro, a uma distância de 110 km de Florianópolis, na foz do Rio Itajaí-Açu. Tem profundidade de 9,5 metros em seus quatro berços e 9,9 metros no canal de acesso de 3,2 km. A BR 101, que corta o município, facilita o acesso ao porto, tendo três acessos distintos. A concessão é da Administradora Hidroviária Docas Catarinense (ADHOC), vinculada à Prefeitura Municipal de Itajaí. A 14 km opera a EADI – Estação Aduaneira de Interior, administrada pela Portobello. As principais cargas movimentadas são:

  • Carga geral em contêineres;
  • Carga refrigerada em contêineres.

O Porto de Itajaí é o 3º porto brasileiro com maior movimento e o 1o porto brasileiro com carga refrigerada em contêineres, possuindo o maior conjunto de armazéns refrigerados dos portos do Brasil.

Porto de Imbituba

O Porto de Imbituba está localizado no litoral sul, a 90 km de Florianópolis. É um terminal de enseada e não necessita de canal de acesso. As profundidades no porto são de 9,5 metros, nos três berços convencionais; e 8 a 9 metros na rampa para navios tipo roll-on roll-off. O Porto de Imbituba é atendido pela FTC – Ferrovia Tereza Cristina e pela BR 101, distante 6 e 6,5 km pelos acessos Sul e Norte. Tem a única concessionária privada do Brasil, a CDI – Companhia Docas de Imbituba. A ZPE – Zona de Processamento de Exportação de Imbituba - está a 6 km do porto. As principais cargas movimentadas são:

  • Produtos químicos e fertilizantes;
  • Coque (derivado de carvão);
  • Congelados e açúcar.

Porto de Laguna

O Porto de Laguna está situado no litoral sul, a 110 km da Capital do Estado. É um terminal lacustre, localizado na Lagoa de Santo Antônio, com 6 metros de profundidade, um canal de acesso de 8 a 9 metros e 1,95 km de extensão. O Porto de Laguna está a 8 km da BR-101. É operado pelo Governo Federal por intermédio da Administração do Porto de Laguna vinculado à CODESP – Cia Docas do Estado de São Paulo. É um porto pesqueiro e movimenta pescado e gelo produzidos em fábrica própria.

Balsas e terminais hidroviários

Compete ao Departamento de Transportes e Terminais – DETER, ligado a esta Secretaria, zelar, fiscalizar e buscar soluções para os sistemas de transporte hidroviário, tais como balsa e ferry-boat. Mais informações podem ser obtidas no site do DETER.


Topo
Centro Administrativo do Governo | Rod. SC 401 - km. 5, nº 4.600
Florianópolis | CEP: 88032-900 | Telefone: (48) 3665-2000